A Igreja é a coluna (mestra) e sustentáculo (preservadora) da verdade – 1º Tim 3,15

~~~~~~~~

É importante falar de Deus, das coisas de Deus, sem tirar os pés do mundo, pois estamos nele, embora que não sejamos dele. O Viver em Deus, fala de Deus, dos fatos da Igreja, do meio cristão católico. O Viver em Deus não é fechado em si mesmo, portanto faz também a apresentação de obras de outros sites católicos, o que, aqui, mais se evidencia, no intuito da divulgação e conhecimento dos mesmos. UM BLOG A SERVIÇO DA IGREJA DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO. Sejam todos bem - vindos!

~~~~~~~~

Quando neste blog é falado, apresentado algo em defesa da Igreja, contra o protestantismo, é feito com um fundo de tristeza ao ver que existem "cristãos" que se levantam contra a única Igreja edificada pelo Senhor Jesus no mundo. Bom seria se isto não existisse, a grande divisão cristã. Mas os filhos da Igreja têm que defendê-la.

Saibam, irmãos(ãs), que o protestantismo, tendo que se sustentar, se manter, se justificar, terá que ser sempre contra a Igreja católica (do contrário não teria mais razão de sê-lo) ainda que seja pela farsa, forjar documentos, aumentar e destorcer fatos (os que são os mais difíceis para se comprovar o contrário pelos cientistas católicos, pois trata-se de algo real, mas modificado, alterado para proveito próprio.) E tentarão sempre atingir a Igreja na sua base: mentiras contra o primado de São Pedro, contra o Papa e sua autoridade, contra o Vaticano, contra a sua legitimidade, e outros tantos absurdos. São, graças a Deus, muitos sites católicos que derrubam (refutam) estas mentiras, provando o seu contrário, bastando portanto se fazer uma pesquisa séria, por exemplo, com o tema: cai a farsa protestante, refutando o protestantismo, etc. O Espírito Santo jamais abandona sua Igreja. Que saibamos, por este Espírito, amar aos protestantes que não participam destas ações malignas, e aos que se incumbem destas ações, os inimigos da Igreja, que saibamos, ainda que não consigamos amá-los o bastante, ao menos respeitá-los em sua situação crítica perante Jesus e desejar a eles a conversão e a Salvação de Nosso Senhor Jesus. "Se soubéssemos verdadeiramente o que é o inferno, não o desejaríamos ao pior inimigo".

~~~~~~~~

Notas Importantes

*O marcador “IDOLATRIA”, na seção TEMAS, abaixo, à esquerda, assim está exposto com a função de desmentir as acusações de idólatras aos católicos, outras vezes também denunciando que estes próprios acusadores cometem a idolatria ao dinheiro, entre outras.

*Os anúncios que aparecem neste blog podem porventura não serem compatíveis com a doutrina católica, por escaparem da filtragem do sistema. Aconselha-se a quem se incomodar com estes anúncios, atualizar a página do blog até que eles sejam modificados.

*Ao usar o telemóvel escolha a opção “visualizar versão para a web”, localizada abaixo da opção “página inicial” , para que sejam utilizados todos os recursos apresentados na página como vista no computador.

~~~~~~~~

Para uma melhor visualização, abra o zoom de sua tela em 90%, ou de acordo com o seu encaixe

Tradutor

domingo, 21 de janeiro de 2018

Milagre acontece após incêndio de imagem de N S das Graças




Front Católico

No dia 24 de Novembro a Internauta Ana Ligia Lira postou em seu Facebook:

"Quem é capaz de explicar isso? Agora a noite atearam fogo , usando pneus, na imagem de Nossa Senhora das Graças que fica na BR232 entre Recife e Gravatá. A imagem fica em uma ponte chamada Cascavel, local de grande incidência de suicídios. Foi colocada lá para que no momento de  desespero as pessoas avistem a figura de Maria Santíssima e desistam de morrer.Vejam o vídeo (na postagem original) e percebam a dimensão das chamas. Pois acaba de chegar a foto de como ficou a imagem após o incêndio! Só queimou o manto! É como se Nossa Senhora tivesse passado pelo fogo!


(Foto colorida = antes do incêndio/ Foto do incêndio e após o incêndio/ Foto escura= após o incêndio/ Foto da frente da imagem após o incêndio)










Título original: Imagem de Nossa Senhora em rodovia é incendiada,mas quando as chamas se apagam todos se maravilham

Link: https://frontcatolico.blogspot.com.br/2017/12/imagem-de-nossa-senhora-em-rodovia-e.html

Site: Front Católico
Editado por Henrique Guilhon

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Como acontece a renovação no Espírito Santo



Prof. Felipe Aquino


Recebemos o Espírito Santo no Batismo e na Crisma; mas, muitas vezes Ele ficou sufocado em nós por causa de nossos pecados, vida tíbia, falta de oração, de trabalho apostólico, etc. São Paulo disse que “quem não tem o Espírito de Cristo não é de Cristo” (Rom 8,9). Então, precisamos ser renovados no Espírito Santo, ser “batizados” Nele. Isso não é um novo Batismo e nem nova Crisma, mas deixar que o Espírito Santo – que já está em nós – tome conta de nós, de nosso agir, de nossos pensamentos e de nossas palavras.

Em primeiro lugar é preciso purificar-se. Deus não ocupa, nem usa, vasos sujos. O Espírito Santo ocupa qualquer coração, menos o coração cheio de pecado; porque Ele é Santo. É preciso renunciar com toda a vontade o pecado: soberba, orgulho, vaidade, ganância, ambição, sexualismo, luxúria, adultério, pornografia, homossexualidade, gula, bebedeiras, orgias, raiva, ódios, ciúmes, revoltas, ressentimentos, vinganças, lamúrias, blasfemações, palavrões, horóscopos, magias, superstições, necromancia (consulta aos mortos), cartomancia, quiromancia (leitura das mãos), inveja, preguiça, etc.,etc.,etc…


Limpar a casa e perfumá-la, para que o Senhor da glória seja então recebido. Faça a sua Confissão!

A segunda exigência para ser renovado no Espírito Santo, é perdoar a todos. A única exigência que Deus nos impõe para nos perdoar – qualquer que seja o nosso pecado – é que estejamos arrependidos e que perdoemos os que nos ofenderam.

“Se perdoardes aos homens os seus delitos também o vosso Pai celeste vos perdoará; mas, se não perdoardes aos homens, o vosso Pai também não perdoará os vossos delitos” (Mt 6,14). Essas palavras de Jesus são claras demais!

Na “grande oração”, o Pai-Nosso, Ele nos ensinou a dizer: “perdoai as nossas ofensas assim como perdoamos aqueles que nos ofenderam”. Quando Pedro lhe perguntou “quantas vezes devo perdoar o meu irmão, sete vezes?”, Ele respondeu: não apenas sete vezes, mas setenta vezes sete; isto é, sempre.

Quem não perdoa não é perdoado por Deus, e não pode ser repleto do seu Santo Espírito. Nem sempre é fácil perdoar; mas, quanto mais difícil for, mais agradará a Deus e maior será o nosso mérito.

Em terceiro lugar, é preciso querer fazer a vontade de Deus em nossa vida, e querer ser testemunha de Jesus. Queira isto com todo o coração. O Espírito Santo não vem a nós, para o nosso deleite e bem estar. Ele vem a nós para que, por Ele, possamos renunciar a nossa vontade e fazer a vontade de Deus.


Em quarto lugar, pedir o Espírito Santo com fé. Deus quer nos dar este grande dom, muito mais do que nós queremos recebê-lo. E o grande segredo é pedir, e pedir por intercessão de Nossa Senhora. Ela é a sua Esposa, inseparável. Diga, como ela mesma ensinou-nos: “Vinde Espírito Santo, vinde pela intercessão poderosa do Imaculado Coração de Maria vossa amadíssima esposa”. Repita muitas vezes esta oração que Ela mesma ensinou ao padre Stefano Gobbi, do Movimento Sacerdotal Mariano.

Jesus deixou claro que o Pai celeste dará o Espírito Santo “àqueles que o pedirem” (Lc 11,13).

Depois disso agradeça a Deus pelo Espírito Santo presente em sua alma. Nem sempre essa será uma experiência sensível, mas será sempre uma experiência de fé.

No dia de Pentecostes, São Pedro disse que essa graça era “para todos”, não só para eles, os Apóstolos. “A Promessa é, de fato, para nós, assim como para os vossos filhos e para todos aqueles que estão longe, todos quantos foram chamados por Deus nosso Senhor” (At 2,38-39).


Prof. Felipe Aquino



Sobre Prof. Felipe AquinoO Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.

Visualizar todos os posts porProf. Felipe Aquino →

Título Original: Como ser renovado no Espírito Santo?


Site: Cléofas
Editado por Henrique Guilhon

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Novela da Record que atacou a Igreja perdeu quase todos os patrocinadores


Quando que os inimigos da Igreja perceberão que seu ódio contra ela sempre voltará contra eles mesmos?
Henrique Guilhon


Aleteia

Saiba quais eram e qual sobrou

A telenovela “Apocalipse” estreou no Brasil no dia 21 de novembro de 2017 prometendo repercussão e altos índices de audiência. Focada em atacar a Igreja Católica e vinculá-la ao anticristo, a trama foi perdendo telespectadores capítulo após capítulo – e agora perde também patrocínios.

A emissora que a produz é a TV Record, de propriedade de Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus. Essa entidade está sendo investigada em Portugal devido a gravíssimas acusações de tráfico internacional de crianças – uma notícia que tem sido abafada pela mídia brasileira, apesar do seu enorme impacto em terras portuguesas. Para saber mais sobre este assunto, confira a matéria “Igreja de Edir Macedo acusada de tráfico internacional de crianças em Portugal“.

Quem são (ou foram) os maiores patrocinadores de “Apocalipse“

De acordo com o site O TV Foco, a novela começou sob o patrocínio de quatro grandes marcas:
Protex (Colgate-Palmolive)
Elseve (L’Óreal)
Seara
Caixa Econômica Federal

Observe-se que a Caixa Econômica Federal é uma empresa pública brasileira.

A propósito dessas marcas e do tipo de conteúdo que estão ou estiveram patrocinando, o leitor católico tem sido incentivado por diversas campanhas nas redes sociais a tomar as decisões que julgar adequadas perante a sua consciência, já que, ao gastar dinheiro com elas, estaria ajudando a financiar as causas que elas apoiam.

Sempre de acordo com o TV Foco, apenas a marca Protex permanece como patrocinadora de “Apocalipse” neste início de 2018, quando a audiência da telenovela está entre as piores da emissora de Edir Macedo.

Audiência ladeira abaixo

“Apocalipse” tem perdido a guerra da audiência para as tramas infantis do SBT e até mesmo para reprises de novelas antigas da própria Record.

Segundo os números medidos pelo Painel Nacional de Televisão (PNT) entre 18 e 24 de dezembro, por exemplo, a reprise de “Ribeirão do Tempo” conseguiu 7 pontos de média e 25% de participação no total de televisores ligados durante aquele horário, enquanto “Apocalipse” marcou 6 pontos de média e 13% de participação. Esta média é a mesma das reprises de “Os Dez Mandamentos” e “Bicho do Mato“, que, no entanto, derrotaram a novela inédita por terem conseguido 15% e 20% de participação, respectivamente.

Para saber mais sobre os ataques de “Apocalipse” contra a Igreja, confira também:

Sites de TV: telenovela “Apocalipse” ataca Igreja católica e fracassa na audiência




Site: Aleteia
Editado por Henrique Guilhon

sábado, 6 de janeiro de 2018

A provação de São José, a respeito de Maria, foi a maior de sua vida




 GaudiumPress

Após o nascimento do Precursor, Nossa Senhora e São José retornaram a sua casa em Nazaré. Então, o esposo virginal de Maria passou por uma provação que foi, até então, a maior de sua vida, já repleta de sofrimentos.

Nunca duvidou da virgindade de Maria Santíssima

Certo dia, ele notou que Maria Santíssima esperava um Filho.

"Em hipótese alguma São José duvidaria do procedimento de Maria Santíssima, na qual jamais vira sequer um ato menos perfeito. Entretanto, tinha diante de si um fato incontestável: Ela concebera.

"Seu espírito sumamente ordenado, pela isenção do pecado original, não se precipitou em tirar conclusões e se pôs a refletir. Em suas cogitações discerniu algo de divino no ocorrido, mas a sublimidade sobrenatural daquele mistério excedia em muito a mais dotada mente humana. E imensa foi a sua perplexidade em face daquilo que não entendia [...].

"Por sua vez, em sua humildade e confiança em Deus, Nossa Senhora decidira não lhe contar nada, deixando o caso nas mãos da Providência." Mas nunca passou pela mente de São José "duvidar da virgindade d'Ela, embora o demônio procurasse, totalmente em vão, insinuar-lhe esse absurdo.

"São José não se deixou influenciar em nada, apesar das insistentes investidas diabólicas. Tal ação preternatural, inclusive, teve efeito contrário ao desejado pelo tentador, pois confirmou ainda mais São José na certeza da integridade de Nossa Senhora. Bem sabia ele que o demônio sempre mente; se buscava insuflar em seu espírito aquela desconfiança, era sinal que a realidade deveria ser oposta [...]

Até do piscar dos cílios de Maria dimanavam torrentes de castidade

"Concebido em graça, ele gozava do carisma de discernimento dos espíritos e do dom de sabedoria numa plenitude inigualável. Logo, penetrara a fundo a alma de Nossa Senhora com percepção inerrante, progredindo em sua compreensão ao longo do tempo que levavam casados, convivendo de perto, e conhecia perfeitamente, com mais propriedade que ao contrair matrimônio, qual era o grau de virtude que Ela possuía."

Afirma o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira: "A São José bastava olhar para Ela ou fitá-La de costas, bastava ver o modo como a sua túnica raspava ligeiramente pelo chão, ou como Ela Se apoiava numa mesa enquanto conversava, para descansar um pouquinho; de qualquer gesto, até do piscar dos cílios, dimanavam em torno d'Ela torrentes de castidade."

São José se lembrava do texto do Profeta Isaías: "Uma Virgem conceberá, e dará à luz um Filho" (Is 7, 14). Persuadido da virgindade de sua Esposa, entendeu que essa Virgem era Maria. E julgou que não era digno de permanecer junto a Ela.

E Nossa Senhora ficava em silêncio, pois "desde a Anunciação soubera que não devia comentar com ninguém o fato e, muito obediente, assim agiu". Ela pedia a Deus que, de alguma maneira, Se manifestasse a São José. "E, para compensar em algo o sofrimento de seu esposo, servia-o com maior dedicação e ternura que o habitual, chegando a fazê-lo de joelhos [...].

Poderia ter acontecido algo mais grave que o pecado original

"Era uma situação duríssima, na qual dois silêncios se entrecruzavam: o silêncio de Maria Santíssima e o silêncio de José. Talvez este seja o exemplo mais pungente em matéria de confiança em Deus de toda a História, pois poderia ter acontecido algo ainda mais grave que o pecado original se São José ou Nossa Senhora tomassem uma atitude errada."

Julgando-se indigno de viver junto a Nossa Senhora, São José tomou a decisão de distanciar-se. Isso foi para ele uma lancinante dor de alma. "O que deveria ser o convívio diário com Ela? O mundo inteiro é uma cova de répteis em comparação com esse convívio com a Virgem Imaculada."

Entretanto, ele com total serenidade foi dormir. Então, seu Anjo da Guarda lhe apareceu em sonhos e lhe disse: "José, filho de Davi, não temas receber Maria por Esposa, pois o que n'Ela foi concebido vem do Espírito Santo. Ela dará à luz um Filho, a quem porás o nome de Jesus, porque Ele salvará o seu povo de seus pecados" (Mt 1, 20-21).

Por que o mensageiro de Deus disse a São José "não temas"? "Como São Gabriel fizera com Maria Santíssima, o Anjo afastava de São José o receio de não estar à altura, pois também ele fora concebido sem pecado original. Logo, não cabia nem aflição, nem qualquer perplexidade."

Repleto de alegria, São José compreendeu que estava se cumprindo a profecia de Isaias acima citada.

Considerando o sofrimento pungente de São José, devemos nos recordar de "uma lei no procedimento da Providência: as dores atrozes torturam as almas mais chamadas, e só na provação elas se santificam, com um élan que não teriam se gozassem de uma vida tranquila. Nesse período, sem dúvida, São José fez enormes progressos [...] 

Ave José!

"Ele despertou na hora em que tinha previsto abandonar Maria e, diz singelamente a Escritura, ‘fez como o Anjo do Senhor havia mandado' (Mt 1, 24).

Da mesma forma como Nossa Senhora respondera ‘Faça-se em Mim segundo a tua palavra' (Lc 1, 38), o santo varão submeteu-se inteiramente ao que o mensageiro celeste lhe comunicara. De uma virginalidade absoluta, acatou como vontade divina, com resposta imediata e dedicação total, todas as intenções do Padre Eterno a respeito do nascimento do Menino Jesus e todos os fins do Salvador."

Ao levantar-se, São José desfez sua bagagem e, ao ver Nossa Senhora, ajoelhou-se diante d'Ela para adorar o Divino Menino que estava em seu claustro materno.

E a Santíssima Virgem perguntou-lhe:

"José, meu esposo, disseste sim? Ante a resposta afirmativa, Maria acrescentou: ‘Ave, José, meu esposo virginal, o Senhor, verdadeiro Filho vosso e meu, é conosco. Bendito sois vós, filho de Davi, entre a descendência de Adão, e bendito é o fruto do meu ventre e de tua obediência à vontade de Deus. Com este sim, comprastes para vós o trono mais glorioso no Céu."

Por Paulo Francisco Martos

.......................................................................................

1- CLÁ DIAS, João Scognamiglio, EP. São José: quem o conhece?... São Paulo: Instituto Lumen Sapientiae. Arautos do Evangelho. 2017, p. 142.145.146.
2- Conferência. São Paulo. 6 nov. 1994. 
3- CLÁ DIAS. Op. cit., p. 151-152.
4- CORRÊA DE OLIVEIRA, Plinio. Conferência. São Paulo. 14 jul. 1994. 
5- CLÁ DIAS. Op. cit., p. 168.
6- Idem, ibidem, p. 173.177.181 passim.

Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.

Título Original: Perplexidade de São José


Site: GaudiumPress
Editado por Henrique Guilhon